Resenha: Batons Líquidos Avon Mark.

E aí maninhos?
Como estão? Espero que bem...
Esse post era pra ter saído na sexta porém tive diversos problemas com as fotos mas agora vai...

Bom a Avon anunciou que traria a linha Mark que já é famosa no exterior aqui para o Brasil. Pois bem dentre as novidades da marca vieram os tão pedidos batons líquidos matte.

Pra felicidade geral da nação a Avon trouxe uma cartela com 14 cores e quantidade boa de 7ml. Tem embalagem simples e o diferencial que é o aplicador achatado que  permite delinear melhor os lábios e eu que eu particularmente achei uma grande sacada da marca.



Mas a grande pergunta que não quer calar é: São ou não são matte?
E a resposta é que eles ficam com aparência opaca mas continuam transferindo porém tem alta pigmentação e não saem tão facilmente assim dos lábios.

Pra quem sofre com os batons muito secos e não gosta do aspecto deles após retocar talvez vá se adaptar com essa nova fórmula da avon.

Fiz um teste pra vocês verem como a diferença é pouca depois de sair e comer na rua e retocar o batom. Passei umas 4 horas fora de casa e o batom resistiu bem.

Como vocês podem ver ele apenas perdeu um pouco da cor e saiu pouca coisa no centro mas retocado ele fica exatamente igual de quando aplicado sem aquela diferença de camada grossa dos batons muito secos.

Agora vamos ao Swatche e as cores nos lábios:

Swatche

1. Cereja Matte

Uma cor bonita e a que eu mais gostei depois do Violeta Matte mas eu esperava que fosse mais rosada e quem sabe mais saturada também não achei que é uma cor que tem impacto para o nome. Foi a que mais durou nos meus lábios.



2. Violeta Matte

Meu xodó e o tom mais ousado que a Avon já trouxe pra uma revista na minha opinião. É um roxo de fundo azulado que dependendo da iluminação realmente parece um batom azul acho que não são todas que vão se atrever a usar pois ele realmente chama a atenção mas é um batom lindo porém como já era de se esperar o pigmento roxo é um dos mais complicados de lidar e ele requer um cuidado todo especial ao aplicar dando batidinhas com os dedos para evitar que fique manchado.



 
 

3. Coral Matte.

É uma cor linda e bem acesa mas não usaria sempre exatamente por isso. Tem excelente pigmentação e não apresenta problemas na hora da aplicação a quantidade que vem no pincel é suficiente pra cobrir por completo os lábios.



4. Vinho Matte

E por último mas não menos importante que é o Vinho Matte. Ele tem uma cor linda e clássica que lembra elegância... Ele foi o primeiro que eu usei e achei que de todos os 4 ele demora mais a secar mas é lindo mesmo assim.




Os batons tem um cheirinho doce super gostoso mas tem gente que não vai gostar. Minha conclusão é a mesma dos ultramatte em bala: São batons bons mas superestimados pela avon, pelo preço cobrado na revista cerca de 32,00 reais temos opções melhores no mercado só compre se você realmente está ciente da textura e gosta assim como eu. Pra quem esperava um batom verdadeiramente matte e sequinho fica a decepção mas nem tão surpresa assim vinda Avon.

E é isso maninhos espero que tenham gostado e tenha auxiliado vocês na hora da compra. Um beijo e até o próximo post! <3
 

Playlist Amorzinho: 5 indicações



E aí maninhos?
Lembram que eu ía diversificar os assuntos no blog? Pois bem vou começar a dividir meus gostos pessoais com vocês...

Venho hoje indicar 5 artistas que eu amo escutar pra relaxar e viajar em pensamentos. 

Então bora lá conhecer?

1. Breno Branches

Vamos começar com essa doçura de menino que é o Breno que inclusive é da terrinha do açaí também. Conheci o trabalho dele no final do ano passado com o clipe da música "No trem" e eu simplesmente me encantei... O Breno tem um estilo calmo e envolvente que te dá vontade de sentar e conversar com alguém sobre os seus sonhos e planos.

No blog "Dia de música" tem uma pequena biografia que conta a trajetória dele que inclusive não foi fácil e é mais um motivo para admirar o trabalho dele.

Confira clicando aqui... 

Tem uma entrevista bem legal dele no programa "Protótipo" do canal cultura onde ele conta mais um pouco da carreira dele e canta duas músicas do EP de 2015 dele intitulado "Que Bolero".

Confira aqui...  

Perfil do Spotify do Breno:

Spotify Breno Branches 

2. Claudio Capéo.

Claudio é um cantor e acordeonista francês que ficou famoso por lá quando participou da quinta edição do programa "The Voice" edição francesa. Logo após o programa ele lançou seu terceiro albúm intitulado "Claudio Capéo" e segue em turnê com a sua banda. Seu single mais famoso é "Un Homme Debout" ou "Um Homem de Pé"

Que foi a música com a qual conheci ele e eu duvido você não se apaixonar pelo som desse acordeão e a simpatia do Claudio. 

Assista à audição dele no "The Voice"

Assista clicando aqui... 

Perfil do Spotify do Claudio:

Spotify Claudio Capéo 

3. ZAZ

ZAZ é seu nome artístico mas ela se chama Isabelle Geffroy e adivinhem só? Ela é francesa (Sim eu estou bem apaixonada pelo idioma) ela tem um estilo musical difícil de decifrar mas não menos apaixonante por isso. Seu single mais famoso é "Je Veux" de seu primeiro álbum "ZAZ" de 2010. 

Conheci ela através de um amigo (Te adoro por isso Humberto) e simplesmente me encantei pela voz dela. Indico demais o álbum "Recto Verso" de 2013 e as músicas "Belle", "La Lessive" e "Si je perds"

A artista vai fazer shows no Brasil em março e maio em Brasilía e Curitiba respectivamente.

Perfil do Spotify da ZAZ:

Spotify ZAZ  

4. Indila

Essa boneca da foto é a Indila e seu nome verdadeiro é Adila Sedraïa e é a última artista francesa da lista (Por enquanto haha...) Ela iniciou a carreira solo em 2013 com seu single "Dernière danse" que foi incluído no seu álbum de 2014 "Mini World" e se tornou rapidamente famosa alcançando o segundo lugar nas listas musicais francesas.

Conheci a Indila através desse álbum mesmo e minhas músicas favoritas são "Dernière danse", "Ainsi bas la vida" e "Tourner dans le vide" mas o álbum inteiro é maravilhoso e no perfil do Spotify é possível ouvir versões acústicas maravilhosas.

Perfil do Spotify da Indila:

Spotify Indila

 5. Snowmine

Última indicação da lista...
Snowmine é uma banda do Brooklyn, New York nos Estados Unidos. É uma banda formada por 5 amigos e que lançou o LP "Laminate Pet animal" em 2011 que é o álbum que venho indicar na lista não tem como indicar só uma pois o álbum inteiro é maravilhoso... tem aquela pegada da banda M83 que faz um som que lembra música antiga (carregada no sintetizador) mas é bem atual. Conheci a banda através de um amigo também (Obrigada pelas inúmeras indicações Carlos) com a música "Hologram".

Vale à pena conferir esse som maravilhoso.

Perfil do Snowmine no Spotify:

Spotify Snowmine 

E essa é a minha playlist pra vocês espero que gostem são músicas que eu tenho ouvido bastante e espero ver sugestões de vocês aqui também. Um beijo e até o próximo post! <3 

Cortei meu cabelo! Por que?




E aí maninhos!!!
Primeiro post de 2017...
Eu realmente me afastei do blog por inúmeros motivos pessoais e por não estar mais tão ligada em maquiagem até por motivos financeiros portanto vou começar a diversificar os assuntos por aqui.

O post de hoje eu já devia desde dezembro que foi quando tomei a decisão de desapegar de vez das minhas madeixas ruivas. Mas por qual razão eu fiz isso?

Bom... eu sempre fui uma pessoa muito inconstante com a minha aparência e desde os meus 18 anos eu estou mudando os cabelos seja no corte ou na cor como vocês podem ver nas fotos abaixo:



Tesoura e coloração pra mim nunca foram um problema. Se meu cabelo estivesse saudável eu fazia sem medo do resultado... Porém com o corte pixie não foi bem assim. Eu me apaixonei por ele em 2012 com a inspiração da lindissíma Anne Hathaway mas sofri uma enxurrada de julgamentos de familiares do tipo: "Vai ficar igual um homem" , "Vai estragar seu cabelo e perder sua feminilidade" e outros que eu nem gosto de lembrar portanto adiei a ideia.

Primeiro corte que me inspirou:
 

Outra inspiração que eu tive mas em meados de 2015 foi a linda blogueira Linda Kramer +Linda Kramer  que desapegou de madeixas bem maiores que a minha e hoje não larga o pixie por nada nesse mundo.


Depois de muitas mudanças eu decidi arriscar no ruivo natural em julho de 2016 e como eu estava com o cabelo saturado de tinta preta eu passei por um longo processo de descoloração que por mais que tenha sido feito com todo o cuidado do mundo danificou meu fio. Não muito mas num determinado ponto começou a me incomodar.



Por mais cuidados que eu tivesse ele continuava com as pontas secas e em alguns dias eu só conseguia sair de casa se usasse chapinha. Aliado à isso ainda existia o fato de que ainda haviam muitas partes tingidas de preto pois fiz luzes e não um processo de descoloração total.

Ou seja eu tinha duas opções:

Fazer um corte radical ou deixar crescer e ir cortando gradativamente.

Eu mesma. Ansiosa Melo escolheu a primeira opção e aliei a necessidade e a vontade de ter os cabelos bem curtos.

Em dezembro de 2016 eu tomei a decisão sem pensar muito em gastos ou qualquer coisa que pudesse me fazer voltar atrás simplesmente entrei no salão e pedi pra me livrar de todo aquele cabelo seco.

E o resultado foi esse:


Não vou negar que o impacto foi grande mas foi um impacto bom e eu nunca imaginei que fosse gostar tanto de mim assim... tudo o que as pessoas falaram pra mim caiu por terra. Nunca me senti tão feminina e bem comigo mesma.

E assim que cheguei em casa retoquei a cor e tirei fotos melhores do corte até pra quem se interessasse pudesse levar no seu profissional de confiança como inspiração.


Os cuidados são os mínimos possíveis. eu diminui consideravelmente a quantidade de produtos que eu uso como Shampoo,condicionador, tonalizantes e tintas portanto economia garantida.

Eu realmente não preciso usar escova com esse corte pois a graça dele é usar bem bagunçado mesmo portanto só arrumar com as mãos mesmo já resolve e deixa estiloso.

Só comecei a usar dois produtos mas isso é opcional de cada um. foram o creme antifrizz da avon e o reparador de pontas da garnier ambos para modelar o fio no pós banho.

 

















Muita coisa boa até aí mas existem um porém...
Meu cabelo cresce muito rápido e eu senti necessidade de fazer a manutenção do corte de 15 em 15 dias portanto seriam dois cortes por mês e mais gastos com coloração e tonalização. Aliado à tudo isso ainda junta minha personalidade que gosta de mudar o tempo todo portanto por essa razão decidi deixar crescer mas vou aproveitar toda essa fase gostosa do curtinho e quem sabe voltar pra ele lá na frente quando a situação financeira estiver melhor....
 

Depois de 15 dias do corte acima.

Janeiro de 2017.


Em janeiro de 2017 eu retornei no salão para acertar o corte em um formato que fosse se adaptando em um chanel já que o pixie é mais curto atrás e comprido e repicado na frente e ficou assim. Ficou bem princesa e um visual mais arrumadinho.

Fevereiro de 2017.

Desde janeiro eu não corto ele e já está com uma carinha diferente e um crescimento bom. Já começa a ter ares de chanel no lado esquerdo e eu espero que daqui para Abril ele já esteja na altura do queixo.

E essa é minha saga capilar até agora maninhos...

Queria dividir com vocês e ajudar quem tem dúvidas sobre esse corte tão lindo mas que assusta muitas mulheres ainda.

O Salão que eu fiz fica na Angustura com a Pedro Miranda
Salão Naldo e Lidiane. Eu indico pois só corto meu cabelo com o Naldo desde os meus 6 anos de idade e ele atende minha família inteira <3 

Espero que tenham gostado. Se vocês ainda tem dúvidas pode deixar comentário aqui, na página do face ou no instagram.

E me contem o que acharam da aparência nova do blog também coisinhas da minha vida... Um beijo e até o próximo post <3


 
 







Layout base por Julie Duarte ♥ Modificado e customizado por Segredo Feminino